Escócia produziu energia eólica suficiente para alimentar o dobro das casas que existem

Nos primeiros seis meses de 2019, a Escócia produziu 9.831 GWh (mais especificamente 9.831.320 MWh), energia suficiente para alimentar praticamente o dobro das casas que existem.

Os números mostram que entre janeiro e junho deste ano, a energia do vento seria suficiente para alimentar 4,47 milhões de habitações. Este número corresponde a todas as habitações na Escócia e boa parte das habitações no norte de Inglaterra.

Robin Parker, Gestor da Política de Clima e Energia na WWF Escócia disse que “estes números mostram que tirar partido do potencial eólico da costa Escocesa pode providenciar energia limpa a milhões de habitações não só na Escócia, mas também em Inglaterra.”

A caminho de 2030

O governo Escocês quer que metade da energia do país seja produzida a partir de fontes renováveis em 2030 e está a apontar para um sistema energético “praticamente” sem CO2 em 2050.

No total, a Europa planeia que 20% da sua energia provenha de energias renováveis como o sol e o vento em 2020, valor que sobre para pelo menos 32% em 2030.Os mais recentes relatórios da União Europeia mostram que a vasta maioria dos países está no bom caminho para atingir estes objetivos, dado que em 2017 17,5% da energia do bloco proveio de fontes renováveis.

Márcio Florindo

Foi jornalista de tecnologia durante 15 anos e mais recentemente dedicou-se aos temas da mobilidade elétrica e energias renováveis. É apaixonado por ciência desde que se lembra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *