8 dicas para aumentar a autonomia do seu carro elétrico

Apesar de a autonomia dos veículos elétricos (VEs) ter aumentado bastante nos últimos anos, os modelos mais acessíveis continuam a ter uma autonomia abaixo da de um carro a gasolina ou gasóleo. Todavia, existem alguns truques que podemos usar para estender ao máximo os quilómetros que podemos percorrer com um carro elétrico.

Acelerações suaves

Tenha calma nas acelerações. Acelerar o carro de forma suave é muito mais eficiente e gasta muito menos energia do que fazer acelerações repentinas. Vai ver que vai ter muito mais autonomia no final do dia se tiver uma condução mais calma.

Aprenda a usar a travagem regenerativa

Quando tiramos o pé do acelerador num VE, o motor começa a funcionar como um gerador elétrico e a carregar a bateria. É por isso que este tipo de carro trava de forma mais agressiva quando comparado com um modelo a gasolina ou gasóleo.

Há VEs com travagem regenerativa mais forte, outros que têm alavancas que permitem ao condutor escolher a força da travagem. Qualquer que seja o seu caso, é útil e importante aprender a usar da melhor forma esta funcionalidade.

Por exemplo, se conhecer bem o trajeto que faz todos os dias para o trabalho pode antecipar as zonas do percurso onde vai parar e tirar o pé do acelerador com antecedência suficiente para deixar que o motor pare o carro e carregue a bateria.

Outro exemplo: nas descidas, use a travagem regenerativa para recuperar parte da energia que gastou a subir. Se tiver forma de controlar a agressividade desta função, coloque-a no máximo neste tipo de percursos para recuperar o máximo de energia.

Conheça as funções do carro

É provável que o seu VE tenha vários modos de condução, incluindo um modo Eco. Estes modos ajudam a poupar energia, por exemplo ao limitar a aceleração instantânea do carro – assim, não precisa de ter tanto cuidado com o acelerador porque o veículo vai acelerar sempre de forma suave. Os modos Eco também ajudam a poupar energia diminuindo a potência do sistema de ar condicionado, por exemplo.

Leia o manual de instruções do seu carro para aprender o que está disponível e tirar o máximo partido destes modos de condução.

Evite usar o ar condicionado

O ar condicionado no verão ou o aquecimento no inverno são dois grandes sorvedouros de energia num VE. E se o seu modelo for mais antigo e não tiver um sistema de bomba de calor para o aquecimento, vai notar ainda mais a energia a desaparecer da bateria no inverno.

Uma forma de poupar bastante autonomia é evitando usar estes sistemas.

No inverno, se o seu carro tiver bancos aquecidos use esta função em vez do aquecimento da cabine do carro. É muito mais eficaz aquecer o nosso corpo que está junto do banco, do que aquecer todo o ar existente dentro do carro.

Do mesmo modo, o ar condicionado vai gastar bastante energia. Use-o se for mesmo necessário, mas se não estiver muito calor será mais eficiente ter as janelas abertas a velocidades baixas.

De qualquer modo, este tipo de cuidado extremo só fará sentido se o seu VE for antigo e tiver uma bateria com pouca capacidade, ou se a sua viagem for muito longa e não houver carregadores pelo caminho. Caso contrário, os VE modernos têm de um modo geral autonomia suficiente para poder ligar o aquecimento ou o ar condicionado.

Cuidado com velocidades altas nas autoestradas

À medida que aumenta a velocidade, aumenta também a resistência aerodinâmica do carro, ou seja, torna-se mais difícil avançar porque há cada vez mais moléculas de ar que o carro tem de empurrar. Por sua vez, isto implica gastar mais energia para mover o carro.

Se vai fazer uma viagem longa, evite circular acima da velocidade legal. É bom para si que evita multas e é bom para o carro porque aumenta a autonomia. Pode poupar 14% de energia se circular 16 km/hora mais devagar.

Pneus e pressão

Verifique regularmente a pressão dos pneus. Pneus com pressão a menos reduzem a autonomia do carro. Pressão a mais também não é bom porque gasta mais depressa o pneu e pode reduzir a aderência do veículo à estrada.

Outra dica importante é usar pneus feitos a pensar em carros elétricos. Este tipo de pneus tem uma fricção mais baixa, o que melhora a autonomia.

Reduza o peso

Olhou recentemente para a mala do seu carro? Precisa mesmo de tudo o que lá está dentro? A verdade é que um carro mais leve precisa de menos energia para circular. Assim, confirme que só leva consigo aquilo de que precisa mesmo, para não gastar energia de forma desnecessária.

Cuide da bateria

Tenha em conta que a saúde da bateria influencia a autonomia do seu veículo. Quanto mais cuidado tiver com a bateria, maior será a sua longevidade e, por conseguinte, a autonomia do seu carro.

Tem dicas para maximizar a autonomia de um VE? Partilhe-as connosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *